Passagem de Kool Klever pela Universidade Hip-Hop


video

Kool Klever a dropar o Black Woman e depois o seu ponto de vista sobre as Misturas entre o Rap e outros estilos de musicas nacionais...

0 comentários:

Ja desponivel para Download o audio da 19.ª Edição da Universidade Hip-Hop APRESENTAÇÃO E EXPLICAÇÃO DO KOOLTIVAR ALBUM DO KOOL KLEVER


Dê um click no link abaixo e baixe o audio completo da 19ª Edição da Universidade Hip-Hop.

0 comentários:

29.ª EDIÇÃO * WORKSHOP : CONCEITOS SOBRE MUSICA GERAL E MUSICA RAP

 Abrimos a tarde com manos da C.C.C, Nory e Yakiny, que deixaran-nos poesias cantadas


Com uma akapella deixaram exemplos do k diriam as cores Pretas e Brancas uma pra outra caso elas falassem.
.. Logo a seguir o Bomber1000 como apresentador anunciou a chegada dos Oradores, e então chamaram para o palco da U2H Kamesu e Ozono...
Ozono e Kamesu, começaram por explicar as muitas definições que existem para a musica, falando do valor cultural que esta sempre teve em todas as civilizações, com uma maior incidência para Afrika realçando que em todos os momentos de um Afrikano a musica se manifesta, que em momentos tristes, introspectivo e sem qualquer duvidas nos momentos Felizes.
Passaram então para o assunto musica Rap onde começaram por falar das primeiras manifestações desta, e de uma forma cronologica falaram dos momentos que se destacaram e das transformações que teve a musica Rap, ate chegaram ao polemico tema Underground Vs Comercial (Mainstream), que teve maior tempo de debate que qualquer outro momento, falaram para isto sobre o que  motivou algumas mudanças e o que pode faz com que outros se mantenham fieis as suas primeiras opções.

 e abriu-se o microfone para a participação de todos todos os presentes...
O primeiro a intervir foi o Man Barras ( Escritor do livro Contraste.. a venda na Universidade Hip-Hop), que com grande interesse em entender mais estas diferenças entre o que é Rap Underground e o que é Rap comercial, perguntou se um Rapper que vende a sua consciência e fere os seus princípios, depois de não ter sucesso como Comercial pode voltar e ser  Underground de consciência e ser aceite sem qualquer problema pelos outros outros Rappers?
J.D foi tambem um dos muitos participantes do WorkShop e com perguntas e opiniões pertinentes, contribui para que tivessemos um dia produtivo em termos de informação...

A plateia esteve toda participativa, com perguntas de interesse comum!...
Os nossos oradores tomaram nota de todas as perguntas feitas pela plateia, responderam-nas pontualmente, começando pelo Man Barras, que lhe foi dito que o Movimento Hip-Hop tem fundador, tem um representante nas nações Unidas, mas não tem um dono que diz quem deve ou não pertencer a ele e que por isto não é possível negar alguém que enveredou por objectivos comerciais, não se deu bem e volta para o Underground, mas no entanto por uma questão normal das sociedades, esta pessoa perde respeito por parte daqueles que o acompanham como musico pela falta de originalidade, e caso este tem atitudes contrárias aos da Declaração de Paz do Hip-Hop, perde automaticamente a protecção Internacional que esta dá a todos os Hiphoppers no mundo...
Assim cheio de informação foi a nossa 29:ª Edição da Universidade Hip-Hop... Onde o Konhecimento é poder!

0 comentários:

IMPORTACIA DA LEITURA E DO AUTO-DIDACTISMO NA FORMAÇÃO DA PERSONALIDADE


1 comentários:

28.ª EDIÇÃO FLY SQUAD E A CAIXA DE PANDORA

A nossa 28.ª Edição foi simplesmente espectacular, convidamos o Fly que se fez acompanhar do Subverso, Balta P e o Lucassio, que depois de droparem linhas únicas, fizeram explicações das tracks todas, algumas explicações foram feitas com freestyle... Foi um momento Unico na U2H.

 
1.º Bloco Fly Abertura do Evento

Plateia atenta aos primeiros momentos da U2H 

 Linhas de Comunicação com o Kuzela
 Subversivo, reteve a atenção silenciosa do pessoal ate o 3.ª Verso, quando o pessoal ficou eufórico, numa criação de amor ao primeiro ouvido... 
 2.º Bloco, A plateia ja estava numa euforia total, enquanto o Dj demorava para deixar sair o son , o fly não disperdiçou tempo e Kuspiu um freestyle, usando palavras como universidade... para rimar e provou com isso que tem a sua coroa na rua...
 A Melhor plateia do mundo não deixa mal quem canta bem...
 Momento de explicações, clarificando as mensagens dos sons apresentados...
 Existem momentos que não basta gravar na memoria, é preciso rever, por isso a existência de tantas cameras e telemoveis a apontarem para o Fly




 Balta P tambem cumpriu a sua missão
 Casa super lotada, tivemos que desligar os A.C´s para abrir a porta, 
 Lucassio outro grande Mc da Caixa de Pandora






Curtam alguns videos




0 comentários:

27.ª EDIÇÃO RELATORIO DO PRIMEIRO SEMESTRE DA U2H


A nossa 27.ª Edição, foi presedida pelos Membros da U2H, o que foi uma apresentação do balanço do 1.º Semestre, onde os Membros estiveram em frente a falar das Edições passadas, de todos os eventos que acontecem na Universidade Hip-Hop e das futuras Edições. Com total interacção com a plateia que sugeriu nomes e temas para as proximas Edições, falaram que gostaram e do que não gostaram de ver durante as edições anteriores da U2H.


Membros da Administração da UNIVERSIDADE HIP HOP
Da esquerda para a direita
Harvey ( Administrador da comunicação externa), Responsável pelo contacto com Mc´s ou Palestrastes a  se apresentarem na U2H, uma tarefa que pode ser transferida só para o caso de haver uma maior aproximação do Mc a algum outro membro da ADM.
Bomber1000 ( Administrador da Comunicação Interna), Responsável pela comunicação entre os Mc´s ou Oradores e  apresentador e Dj, tarefa que também pode ser transferida para o Harvey ou para o Klaudyu Banthu no Caso de ausência do mesmo.
Klaudyu Banthu ( Reitor da Universidade ou PCA ), Responsável máximo da U2H, e o 3.º suplente em todos os outros cargos.
L.A.L.A ( Apresentador oficial da Universidade Hip-Hop ), Também responsavel pela informação. tarefa também pode ser transferida para o Bomber1000 ou para o Klaudyu Banthu no Caso de ausencia do mesmo.
Neisher Makavelly ( Administrador do Patrimonio e de Multimédia), Responsável pela infraestrutura da Universidade, e Coordenador das fotos e videos que são apresentados na U2H.
Ausentes 
San Caleia ( Administrador da área de Markting, Dj e Produtor da Universidade), Responsável pelas publicações das actividades da U2H no Jornal de Angola, editor de Flayers e os Videos publicados no Youtube.
Michael ( Viodeo and Foto Maker ) Responsável pelas filmagens e fotos que são feitas pela Universidade Hip Hop.

Universidade Hip-Hop [U2H – Konhecimento é Poder]

Eventos realizados
Eventos não realizados


Agenda

Data
Evento
Músico Convidado
1ª Edição
06/03
Apresentação: “MixTape Filhos da Resistência”

2ª Edição
13/03
Workshop: “Apresentação do Livro Boomerang”
-Sessão de perguntas e respostas com Ozono

3ª Edição
20/03
Apresentação: “Variados”

4ª Edição
27/03
Workshop: “Racismo”
-Sessão de perguntas e respostas com Sixckim

5ª Edição
03/04
Apresentação: “Variados”
CCC, Carbono e Xtygma
6ª Edição
10/04
Workshop: “Drogas e suas consequência na Sociedade e no Movimento Hip Hop”

7ª Edição
17/04
Apresentação: “Variados”
WK e Ikonoklasta
8ª Edição
24/04
Workshop: “Identidade Poética dos Novos Intelectuais de Angola”
-Sessão de perguntas e respostas com Nsimba José

9ª Edição
01/05
Apresentação: “Mona Dya Kidi”
Dapima, Carbono e Jang

08/05
SHOW DO SAN CALEIA NO ELINGA TEATRO
WK, Sanguinário, Xtygma e Outros
10ª Edição
15/05
Workshop: “Objectivos do Hip-Hop”
-Sessão de perguntas e respostas com Sixckim

11ª Edição
22/05
Apresentação: “Braulio David”
Mona Dya Kidi, Rio Mental e Fat Soldiers
12ª Edição
29/05
Workshop: “B. Boys e Grafiteiros”
-Sessão de perguntas e respostas com Klawdyu Banthu, ZBI, B. Boy Toko, Dinamite e Niló

13ª Edição
05/06
Apresentação: “Ikonoklasta”
MC K
14ª Edição
12/06
Workshop: “Marketing e Publicidade”
-Sessão de perguntas e respostas com Kudibangela e Wima Nayobi

15ª Edição
19/06
Apresentação: “Fat Soldiers”

16ª Edição
26/06
Workshop: “O Desenvolvimento Económico”
-Sessão de perguntas e respostas com xxxx
Xpiráculo
17ª Edição
03/07
Apresentação: “Kudibandazage Connection”
Hexplosivo Mental, Kamesu e Mustapha
18ª Edição
10/07
Workshop: “Educação”
Sessão de perguntas e respostas com Ozono

19ª Edição
17/07
Apresentação: “Kool Klever”
Sidarta, Ready Neutro, Malef*
20ª Edição
24/07
Workshop: “Contadores de História”
Apresentação: “Variados”
Tchang Tchang, Almanak Pensamental, Bomber 1000, L4L4 e Outros
21ª Edição
31/07
Apresentação: “Jang Nómada”
 Mona Dya Kidi, Hexplosivo Mental, Carlos Hendrick e Ladilson
22ª Edição
07/08
Workshop: “Religiões”
-Sessão de perguntas e respostas com Aurélio, Hata e Outros

23ª Edição
14/08
Apresentação: “Naice Zulu e BC, com Dj Rebelde”
-Tivemos que improvisar com outros manos, inclusive o Ladilson, Carlos Hendrick, Fat Soldiers e Fly Skuad

24ª Edição
21/08
Workshop: “Análise crítica dos 20 anos de Hip-Hop Nacional”
-Sessão de perguntas e respostas com Ozono


28/08
Apresentação: “Almanak Pensamental e AfroBanthu”

25ª Edição
04/09
Workshop: “Produção de Música Rap”
-Sessão de perguntas e respostas com San Caleia, Boni e Flagelo Urbano
Maléf*
26ª Edição
11/09
Apresentação: “Edu ZP e Flagelo Urbano”
Apresentação: “Flagelo Urbano”

27ª Edição
18/09
Workshop: “Balanço das actividades da U2H”
-Sessão de perguntas e respostas com todos os membros da U2H



Universidade Hip-Hop [U2H – Konhecimento é Poder]


0 comentários:

26.ª EDIÇÃO FLAGELO URBANO

Para a nossa 27.ª Edição era suposto termos a apresentação do Edu Zp e o Flagelo Urbano, mas so o Flagelo esteve na U2H por motivos alheios a nossa vontade.








No principio do evento passaram pelo palco varios Mc´s a fazer Freestyle, um momento incontornável da musica rap, cada um com a sua performance mas no geral todos estiveram bem. O Rio Mental aproveitou o momento e apresontou duas tracks da sua Mix Tape que esta no forno...

 Foi então a vez de San Caleia fazer a abertura para a entrada do Flagelo, San que dropou o Hembo Hembo, musica que fará parte do projecto reunir do Flagelo Urbano
 Flagelo com a sua maneira única de estar nos beats, apresentou 3 blocos musicais, totalmente acompanhado pela plateia da U2H, que foram coristas em musicas como Mude a Cara da Tua Cara...
 L.A.L.A O nosso apresentador oficial, entrava em palco sempre que fosse necessario se fazer os intervalos entre os Blocos de Apresentação


...É preciso mudar... é preciso amar... Porque o brilho em cada olhar, so depende da força de quem quer mudar... Ate que o sol brilhe acendamos juntos velas na escuridão, pra iluminar cada abraço dado ao irmão!

0 comentários:

FLY SQUAD E A CAIXA DE PANDORA NA UNIVERSIDADE HIP HOP



Vai ser ja este Domingo que vamos ter o Fly e a Caixa de Pandora a apresentar e a explicarem a ideia das suas musicas, havendo depois disto uma interacção entre o grupo e a plateia, com perguntas em volta das musicas que serão apresentadas...
A cena vai estar muito forte!

0 comentários:

APRESENTAÇÃO DE EDU ZP E FLAGELO URBANO


Hoje na Universidade Hip-Hop combinaremos dois dos Rappers que mais ganharam destaques no cenario do Hip-Hop nacional na transição de 2009 a 2010, e que conseguiram manter-se integros durante o ano de 2011. Edu Zp ficou conhecido na comunidade do Hip Hop nacional com o Grupo Realismo Psiquico, um grupo que conseguiu destaque devido a forma singular como fazia as suas analises dos mais vriados temas sociais, conseguido depois do grupo estar separado maior destaque em aparições no Elinga e no Baía. Ja o Flagelo Urbano conquistou os ouvintes de Rap Nacional com a musica intitulada Musica é... e depois disto seguiran-se participações em alguns albuns a destacar o Album do Keyta Mayanda, e depois disto os ouvintes mais atentos de musica alternativa, acompanharam as outras musicas que eram lançadas atravêz de blogs e a divulgação normal que é feita no Rap alternativo informação de mão-a-mão, a destacar as musicas Mostra a cara da tua cara ou o Manifesto Comunista...  E hoje 11 de Setembro de 2011 na Universidade Hip Hop vamos poder ouvir , compreender e interagir com perguntas relacionadas com as musicas que eles nos vão apresentar, como ja é habito na U2H. Mais um dia de Musica Inteligente!

0 comentários:

MALEF VS BONI



MALEF a dropar um freestyle enquanto o BONI martela a MPC... No intervalo do WorkShop sobre produção de musica Rap... UNIVERSIDADE HIP HOP

0 comentários:

25.ª EDIÇÃO WORKSHOP SOBRE PRODUÇÃO DE MUSICA RAP

No dia em que falamos sobre a produção de Musica Rap, fizemos o convite a varios produtores ou Beat Makers de Rap em Angola, mas infelizmente nem todos poderam aparecer, tivemos apenas a presensa do Boni pela Diferencial, Flagelo Urbano pela Zoologico e San Caleia pelas Aguas Turvas... Alguns dos ausentes tiveram o cuidado de se desculpar e informar o motivo das suas ausencias...
Um WorkShop conduzido pelo Lala, bastante interactivo e muito bem explorado, começamos por fazer uma retrospectiva acerca da produção de musica rap em Angola desde o ano de 1991 ate o ano 2001, uma década  marcada pelos reduzidos recursos de produção, nesta retrospectiva foram citados produtores como o Mr Paul, Nha e Nhunha, Heavy C, Ti P, Tito Olivio, e outros que marcaram a primeira década de produção de rap em Angola, teve-se o cuidado de se citar o material que era usado neste período, desde os Orgãos, pianos as Baterias electrónicas, sem capacidades para samples e plugins, e também  os programas básicos como o E-jAY.... 

 Com uma participação activa de todos os presentes, fazendo perguntas e sugestões directas para os produtores...

 ... Os nossos convidados puderam falar sobre o que motivou a explosão dos produtores depois de 2001, falaram ainda da grande diferença entre Sample e Plagio, quando demonstraram uma grande irritação com relação ao que se tem dito em alguns programas de Rap em Luanda com relação ao plagio, ao que o Kota Nguma sugeriu que para se acabar com esta noção errada de produção de Rap que tem sido divulgada por pessoas desconhecedoras da matéria, os produtores deviam levar o assunto para debates públicos e esclarecer os menos entendidos... O ponto sobre o plagio foi tão polémico que levou aos produtores presentes mostrar DIGS (samples longos), usados por produtores conceituados americanos como Dr.º Dre e mais outros, inclusive o Boni desafiou os presentes a citarem algum produtor que eles julgam não usar sample, que ele na hora poderia provar o contrario, e assim aconteceu... 

 Falou-se ainda dos passos que cada um dá desde a ideia do beat na mente ate ao beat finalizado, esperando apenas pela voz do Mc, as opiniões foram unanimes em dizer que não ha um padrão ou uma regra a seguir para isto, existem aqueles momentos em que ha primeiro o contacto com alguma musica que tenha um sample interessante, ou uma sequência de beats que carece de um sample especial ou ate mesmo a vibe do Mc pra quem vão produzir, determina por onde devem começar... Com relação ao tempo para a concepção de um Beat, tambem foi variado mas todos concordaram que quando a inspiração estiver a esgotar o aconselhavel é parar por ai e voltar a tocar o mesmo beat, quando se sentir mais inspirado...
 Durante um intervalo ao WorkShop, o Boni e Flagelo martelaram as suas MPCS e os B-Boys aproveitaram para dançar ao ritimo de beat fresco (recem criado)...

 Flagelo a ligar a MPC, sob o olhar atento do Dr. Martin Luther King Jr
 Boni enquanto martela a MPC, tambem sob o olhar do MLK

 Ainda durante o intervalo tivemos MALEF, acompanhado com os seus dois manos Nigerianos que receberam aplausos pelas suas performance em palco...

 Carlos Hendrick, ja dispensa apresentação para os docentes e discentes da U2H, tambem marcou a sua presensa, e depois de duas musicas nunca antes apresentadas na U2H, fechou a sua apresentação com a track que a terra seja leve...


 Malef e os seus brothers durante o intervalo a mandarem freses em Francês, Português e Inglês...
 Retomamos a segunda parte do WorkShop falando do material que se tem usado ultimamente para a produção de Musica Rap, falou-se da evolução destes, tanto o nível de programas como o FruitLoops para computadores ou ainda as Mpcs, com uma capacidade enorme de memoria, e que permite a inserção de Samples e Midis...
 Falou-se ainda sobre a diferença entre um Beat Maker e um Produtor, e foi esclarecido que um Beat Maker faz o instrumental mas não acompanha o destino deste, simplesmente o vende e quem comprou da o destino que quiser sem que este interfira. Ja um produtor depois do instrumental feito acompanha cada passo dado pelo mesmo, desde a Captação, feita orientação sobre paragens do Mc, vocabulario e pré-Masterisação... 
Falou-se sobre a identidade dos Beats nacionais e para encerrarmos o WorkShop deixaram conselhos para os outros produtores e para aquels que pretendem entrar nesta área...
 Break Dance durante o 1.º intervalo...
 Freestyle durante o 1.º Intervalo...
 MPC ( Music Producer Center ) Centro de Produção de Musica, desenvolvido exclusivamente para a musica Rap, mas actualmente tambem usado por produtores de outros estilos musicais...
 Mais Break Dance...
 Plateia atenta, interessada e participativa...
 Malef... Enquato o Boni fazia as suas demostrações de produção Malef fez um Freestyle...
 Malef encerrou a 25-ª Edição com a track OLHEM PRA MIM...

San Caleia a fazer demostrações sobre produção de Musica Rap em directo usando o FruitLoops...


...E Assim foi a nossa 25.ª EDIÇÃO

1 comentários:

MIX HIP HOP

TV UNIVERSIDADE HIP HOP

RADIO U2H

DiLLA DAY EM LUANDA

DiLLA DAY EM LUANDA